APLICABILIDADE DA CIF BASEADA NOS OBJETIVOS FUNCIONAIS NA PARALISIA CEREBRAL

Mariana Bettini Verdiani, Juliana Leme Gomes, Marjory Harumi Nishida, Marcela Pereira Marinho, Douglas Martins Braga

Resumo


A Classificação Internacional de Funcionalidade, Incapacidade e Saúde (CIF) e a Gross Motor Function Classification System (GMFCS) são utilizadas para avaliar a funcionalidade da população com Paralisia Cerebral (PC) e funcionam como base para determinação de objetivos funcionais nos centros de reabilitação. Nosso objetivo foi verificar se essas escalas apresentam alguma relação e, verificar se os objetivos funcionais estão corretamente relacionados às duas medidas padrão. Trata-se de um estudo retrospectivo, onde coletamos e comparamos os objetivos funcionais traçados pelos fisioterapeutas e os códigos da CIF determinados por eles e por pesquisadores. Observamos boa correlação entre as medidas, porém discrepância significativa entre os códigos escolhidos por terapeutas e pesquisadores. Este achado pode estar relacionado à dificuldade de aplicação prática da CIF ou a dificuldade dos terapeutas no momento de traçar os objetivos funcionais. Acreditamos que maiores estudos devam ser feitos na área para facilitar a aplicabilidade da CIF.

Palavras-chave: Paralisia Cerebral, CIF, Fisioterapia.

 

Abstract

The International Classification of Functioning, Disability and Health (ICF) and the Gross Motor Function Classification System (GMFCS) are performed to evaluate the functionality of children with Cerebral Palsy (CP) and used as a baseline to define functional goals on rehabilitation centers. Our objective was to verify whether these scales have any relation and whether functional goals are being adequately related to both standard measurements. A retrospective study in which are compared the functional goals defined by the therapists and the ICF codes defined by them and by trained researchers. We found good relationship between the two standard measurements, however a significant difference for the codes chosen by therapists and researchers. This difference may be related either to the difficulty on performing the ICF on practical situations or to the therapists to decide the functional goal. We believe that more studies should be done to facilitate the applicability of the ICF.

Key words: Cerebral Palsy, ICF, Fisioterapy.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-0327

Base Indexadora

Latindex